30 outubro 2005

Partimos de Lisboa a 29 e chegamos a Tóquio a 30. Depois das formalidades do aeroporto (mas sem as "formalidades" do hotel...) fomos para o Museu, ainda um bocadinhos maçados. Eu, pelo menos, ainda um bocadinho distraído. Tanto que nem sei bem que divindade é esta que por lá estava. Mais valia ter fotografado as estátuas da divindade que deu o nome à marca da máquina fotográfica que estou a usar.