06 novembro 2005

Jardim do Hojo do templo Tofuku-ji (Quioto)


Plano do jardim do Hojo do Tofuku-ji, "Jardim das Oito Vistas" (versão original inserida no livro de Christian Tschumi, Mirei Shigemori: Modernizing the Japanese Garden, Berkeley, Stone Bridge Press, 2005 ).
Estamos aqui num complexo religioso com muitos templos, que é a sede da escola Tofuku-ji do Budismo Zen de Rinzai. Este espaço foi fundado em 1236, mas foi sendo modificado muitas vezes posteriormente. Vamos aqui focar-nos principalmente na última grande reconstrução do jardim, já no século XX.
Shigemori (1896-1975) foi o maior dos renovadores do jardim japonês no século XX, apostando em voltar à inspiração tradicional em vez de participar na importação dos modelos ocidentais.
O jardim do Hojo (instalações do abade) no templo Tofuku-ji é a sua primeira grande obra, datando de 1939. Shigemori ofereceu o projecto ao abade da comunidade budista (que não tinha meios para lhe pagar). O abade ofereceu algo muito valioso para Shigemori: prometeu que aceitaria o projecto sem modificações. E assim se fez. Um único pedido fez o abade e aceitou o artista: para honrar um princípio religioso, seriam aproveitados materiais que tinham sobrado da reconstrução do templo. Algumas das pedras deste jardim têm essa proveniência.